logo_whatsap_transp_red_01.png
Buscar

"A Microexato por dentro" #4 - Vitor Junior


Na série “A Microexato por dentro” vamos contar - pela ótica de colaboradores e parceiros - um pouco sobre nossa vida de empresa.


Hoje publicamos a primeira parte da história do Sócio e Gerente Comercial Vitor Azevedo Junior.


1 - Quais os maiores desafios para a sua equipe ao vender computadores, notebooks e servidores seminovos para empresas?


O primeiro desafio é garantir que a equipe seja apaixonada pelo que faz: VENDER. Os grandes profissionais de venda respiram e transpiram vendas, não ficam parados, correm atrás de cursos, vídeos, conexões, clientes...E têm que ter a gana e o gosto de fechar as vendas - todo grande vendedor sabe do que estou falando. O segundo desafio é ter a certeza que eles acreditam no que estão vendendo. Não existe equipe de vendas que prospere sem acreditar em seu próprio produto ou serviço. E, por fim, os vendedores devem identificar como podem ajudar seus clientes - sejam pessoas ou empresas. Devem se certificar que resolvem uma dor, um problema do cliente, de seu departamento ou de sua empresa.


2 - A Microexato abraçou a causa do autismo, pois você tem um filho pré adolescente que se enquadra no Transtorno do Espectro Autista (TEA). Qual a importância desse apoio para você como diretor comercial e pai?


Acredito que toda empresa, além de faturar bem, gerar lucro e empregos tem a obrigação de não apenas abraçar uma causa, mas também informar, educar e conscientizar sobre essa causa. Na vida há muito mais do que só trabalho...No caso do autismo e outros tipos de transtorno, são questões que muitas vezes ficam à margem da sociedade simplesmente por falta de conhecimento, de vivência. Por isso, é papel também das empresas em ajudar com informações para que se conheça sobre o assunto. Dessa forma aumenta a conscientização em como lidar com essas pessoas especiais. Às vezes é uma questão simples, de passar informação. Acontece sempre com meu filho: quando notam e entendem suas dificuldades sempre se dispõem a ajudar. Por isso que acredito que as empresas devem disseminar esse tipo de mensagem. Eu e a Microexato abraçamos a causa do Autismo por eu ter um filho especial, que está dentro do Transtorno do Espectro Autista (TEA). Vamos continuar cada vez mais fortes nessa campanha.


3 - Qual o balanço que você faz da Microexato desde sua entrada, em 2008?


A Microexato começou suas atividades em 2001, sob o nome de ComputadorUsado.Com. Quando fizemos a aquisição, a empresa já tinha uma marca conhecida, uma boa base de clientes e havia prosperado por muitos anos - chegou a ter 3 lojas e 2 centros de distribuição. Porém, em 2008 - como acontece com muitos negócios - estava numa situação delicada, passava por um momento de transição. Apesar disso, tinha perspectivas de retomada. Sendo assim, resolvemos fazer a aquisição da empresa e promovemos um processo de reestruturação bastante radical. Mudamos o nome fantasia para Microexato - que atualmente também é nossa razão social - optamos por uma equipe enxuta e ágil e focamos no atendimento B2B - para empresas - priorizando alguns segmentos. Desde então nos especializamos no atendimento corporativo e, com a ajuda de nossa equipe, temos apresentado crescimento de faturamento em todos os anos. Hoje, depois de muito suor, a Microexato é referência em equipamentos de informática seminovos do país. Atendemos desde a compra particular para estudo ou empreendedores até multinacionais que atuam em mais de 30 países.


4 - Pensando em sua experiência tanto como vendedor quanto gestor, quais a dicas que pode deixar para quem deseja ingressar na área comercial?


1) Tem que gostar de se relacionar com pessoas, de interagir. Deve saber falar e principalmente saber ouvir, se envolver com as pessoas de forma genuína, sem “truques”.


2) Mesmo que você ache que "não dá para vendas", pense no seguinte: cada um de nós já é vendedor. Vendemos idéias, nossa opiniões, tentamos o tempo todo mostrar que estamos certos, fazer com que alguém concorde com a gente e aceite nossa idéia, ou a nossa alternativa.


3) Se quiser tentar, pode ser que no meio do caminho comece a se apaixonar por isso. VOCÊ TEM QUE SER APAIXONADO PELO QUE FAZ. Quem já sentiu o gostinho de fechar uma venda dificilmente larga a profissão. Fazer uma venda te traz uma sensação de prazer absoluto. Além, claro, da parte financeira, a satisfação de uma venda feita, de um elogio de um cliente, uma indicação fazem, tudo isso dá uma motivação e uma satisfação, uma energia que nenhum vídeo, livro ou palestra de motivação ou auto-ajuda vai dar.


4) Vender é um dos trabalhos mais dinâmicos e de aprendizados que existe. Permite conhecer pessoas diferentes, diversos tipos de negócios, trocar experiências de vida.


5) Vendas é MOVIMENTO, seja do corpo ou da mente: a cabeça sempre pensando, planejando a sua conversa que vai ter com cliente, tem que imaginar o que ele vai falar e já ter as respostas. Ele parou para te escutar, levante, fale andando pra mostrar mais empolgação, pro sangue correr. Alguém tem que tirar o projeto do papel e levar no cliente, alguém tem que tirar, movimentar o produto do estoque e levar no cliente, alguém tem que sair da empresa e prestar o serviço no cliente...QUEM MOVIMENTA E FAZ ISSO ACONTECER É VENDAS Se ficar parado não vai a lugar nenhum, então se movimente, VENDA!!


Acompanhe nossas redes sociais para mais da série “A Microexato por dentro”, além de posts de produtos, novidades, entre outros conteúdos:https://pt-br.facebook.com/microexato.com.br/; https://www.instagram.com/microexato/; https://br.linkedin.com/company/microexato.


Para comprar os Seminovos Microexato Dell, HP e Lenovo com Garantia de 1 ano, clique aqui e visite nossa loja.




22 visualizações

Informações

Marcas

Artigos

2020 © Copyright | Todos Direitos reservados Microexato | CNPJ: 03.697.421/0001-01