logo_whatsap_transp_red_01.png
Buscar

Tipos de placa-mãe: Veja como fazer a escolha certa para sua empresa!

Há diversos tipos de placa-mãe, alguns são custosos e servem para diferentes computadores corporativos, já outras produções custam menos dinheiro e têm desempenhos inferiores. Ao contrário do que o senso comum pode pensar, escolher uma opção não é um bicho de sete cabeças, principalmente se você seguir as dicas que vamos demonstrar a seguir.

Uma placa-mãe serve para quê?

Você já parou para pensar sobre as funções de uma placa-mãe? Ela se conecta com os hardwares da máquina e ajuda a fazer tudo funcionar, de modo que um PC ou notebook não liga sem esta importante peça.

Placas-mãe são as peças base dos computadores que permitem que os outros hardwares da máquina se comuniquem durante as operações. Com o tempo ela pode perder poder de desempenho sendo necessária a troca por outra unidade.

Os elementos que compõem um computador precisam estar ligados entre si. A placa-mãe é exatamente a peça que funciona como a central que une as demais partes do sistema em uma só e, por isso, representa também uma economia de espaço. É a partir das funções executadas por ela que é possível a troca de informações entre processadores, placas, memórias e outros componentes.

Além de ser responsável pelo tráfego das informações, os diferentes tipos de placa-mãe também abastecem outros periféricos com a eletricidade recebida da fonte do gabinete. É por conta de todas essas importantes funcionalidades que o nome “mãe” faz todo sentido: é ela que faz de um computador mais que um monte de fios e peças desconectados. 

Quais os principais componentes de uma placa-mãe?

Antes de ir a fundo na leitura dos tipos de placa-mãe, primeiro seria muito interessante você conhecer todas as partes que compõem esta importante peça:

Slots: 

Memória RAM, placa de vídeo e HD são alguns dos componentes que podem ser inseridos no encaixe de plástico de slots como DDR5, DDR4, DDR3, DDR2, entre outros.

USB e PS/2: 

São as entradas para conectar diversos dispositivos como teclado, mouse ou outras opções.

Jumper: 

Conecta cabos e portas da parte frontal do gabinete de computadores. Por exemplo, entradas USB ou áudio.

Bateria: 

O horário do relógio e outras informações mantidas enquanto o computador está desligado ficam nas baterias das placas-mãe.

BIOS:

É um software da placa, acionado na tela preta antes de aparecer o símbolo do Windows, logo após você ligar a máquina.

Socket: 

Se trata do conector que deve ser compatível com o computador e as outras peças conectadas na placa.

Chipset: 

O chipset desempenha uma função essencial para o funcionamento de um computador. É essa peça que representa a integração do conjunto de circuitos que realizam a comunicação entre os demais elementos do PC, do disco rígido até o processador, permitindo que ele execute todas as tarefas que são direcionadas por nós para a máquina. 

Como escolher entre os principais tipos de placa-mãe?

Escolher entre os principais tipos de placa-mãe é uma etapa fundamental para a definição das configurações dos computadores corporativos e também dos pessoais.


Compatibilidade, esta é uma palavra-chave importante. Tenha em mente de que a placa-mãe precisa ser compatível com as demais peças do seu computador. Não adianta comprar um modelo muito dedicado se o PC que vai recebê-la possui configurações simples e vice-versa.

Em termos de harmonia os especialistas recomendam usar uma placa-mãe da mesma marca ou com o mesmo desempenho que o processador do computador corporativo – este é um dos segredos da escolha perfeita.

Agora descubra as características dos principais tipos de placa-mãe em voga nos computadores de empresas.

Placa-mãe para computadores Intel com socket 1366, 1155 e 1156: Processador i5 ou i7

Alguns tipos de placa-mãe para computadores com conector socket 1156 possuem poucas portas, apenas para USD e discos rígidos, mais são ideais às empresas que não precisam conectar diversos dispositivos na máquina, além de custar menos dinheiro.

Alguns modelos 1156 também trabalham com o chipset H57, que possui chip gráfico integrado configurando uma placa-mãe dedicada e de preços elevados. Assim como chipset X58 aos sockets 1366, que tem mais entradas e serve bem aos negócios que precisam de qualidade no desempenho das estruturas gráficas dos computadores.

Para o socket 1155 existem duas principais opções distintas de chipset: H67, P67 e Z68. A primeira escolha não tem overclocking (processo que objetiva forçar um componente de computador a rodar em determinada frequência para otimizar o desempenho do hardware), mas é importante ressaltar que ele apresenta chip gráfico integrado.

A segunda alternativa já trabalha de forma inversa, isto é, sem chip gráfico integrado e com overclocking.

Se a sua empresa precisa do melhor dos dois mundos (chip gráfico integrado + overclocking), já que as máquinas exigem maior desempenho no processamento de dados, opte pelo chipset Z68, que oferece amplos benefícios correspondentes ao seu elevado custo de mercado.

Procura computador, notebook ou servidor para sua empresa?

A Microexato tem computadores, servidores notebooks empresariais usados Dell, HP e IBM. Acesse nosso e-commerce destinado ao público corporativo, com milhares de opções em estoque:


A Microexato é o maior fornecedor brasileiro de equipamentos usados de informática com Garantia de 1 ano para o segmento corporativo. Todos os produtos anunciados são rigorosamente testados e estão em pleno funcionamento. Estoques permanentes de 10.000 equipamentos com pronta entrega.

517 visualizações

Informações

Marcas

Artigos

2020 © Copyright | Todos Direitos reservados Microexato | CNPJ: 03.697.421/0001-01