logo_whatsap_transp_red_01.png
Buscar

Tipos de servidores para empresas pequenas: na nuvem e locação

Existem muitos tipos de servidores para empresas pequenas. Conhecer os prós e contras de cada um deles é importante para fazer uma escolha consciente, de acordo com as verdadeiras demandas da sua microempresa.

Os servidores são soluções que conectam os serviços ou departamentos de uma empresa. Eles servem como suporte a diversos clientes em uma rede de computador, gerenciando o tráfego, hospedando dados e armazenando ou realizando outras atividades computacionais.

“Clientes” é o nome que se dá a todos os computadores e dispositivos que estão em uma rede gerenciada por um servidor. Os servidores podem estar no próprio negócio de modo físico para suportar os serviços de redes locais e também há servidores online com caráter privado ou público (utilizados por diversas empresas ou pessoas físicas diferentes).

Tipos de servidores para empresas pequenas: na nuvem e locação

Vamos agora conhecer os tipos de servidores para empresas pequenas em duas categorias: na nuvem e locação. Essas soluções são recomendadas para quem não quer ter um servidor dentro da empresa, terceirizando a operação. Veja a seguir  os principais tipos de servidores para empresas disponíveis nessas categorias:

Servidor Compartilhado Online (Web Hosting)

O servidor compartilhado online é o mais utilizado por empresas pequenas, porque uma parte das ofertas de serviços é grátis ou muito barata. Um empreendimento especializado mantém e oferece o serviço compartilhado por diversos clientes de negócios diferentes.

Este serviço é bom para as empresas que não usam aplicações complexas, pois alguns arquivos nunca são aceitos nos servidores compartilhados – que em geral oferecem apenas um limite de 12 gigabytes. Considere também que o acesso acontece via internet, portanto, os dados não estão 100% salvos das violações por ataques de hackers.

Grid Hosting (Cloud Hosting)

Funciona de forma parecida com o web hosting (servidor compartilhado). A sua empresa não precisa ter os gastos para instalar e fazer a manutenção de equipamentos físicos porque tudo é online.

Esses tipos de servidores para empresas têm uma diferença fundamental para quem prima por segurança. Eles são intercaláveis e funcionam como se fossem um servidor único e não algo compartilhado, oferecendo mais capacidade e segurança nas operações diárias.

Use grid hosting se os dados da empresa são importantes e difíceis de serem recuperados nos casos de perdas ou danos. Não é de graça, embora custe mais barato do que instalar um servidor físico, seja por questões de tempo ou dinheiro.

Servidor Virtual Private

Entre os tipos de servidores para empresas, o virtual private é uma das opções mais seguras. Fonte: MakeUseOf.


Se trata de um serviço virtual que funciona de uma maneira mais privativa e segura, muito usado por pequenas empresas que precisam compartilhar volumes extensos de dados com menos chances de erros operacionais por instabilidade no servidor.

Isto tudo é possível porque, embora o uso aconteça no mesmo servidor, existem diferentes partições – divisões que se faz em um HD para separar os dados em distintas unidades de discos. Os valores de cobrança pelo serviço são superiores na medida que crescem as operações dos clientes de uma rede.

Servidor Reseller Hosting

A principal vantagem é que você como contratante pode alugar parte do seu espaço a outros clientes, o que representa uma forma de ter um servidor de qualidade para diversas atividades computacionais e diminuir os custos ao mesmo tempo.

Uma desvantagem destes tipos de servidores para empresas pequenas é que se as operações crescerem do dia para a noite não vai ser possível usar a parte do espaço que está alugada.

Esta solução é válida para microempresas que querem um servidor capacitado e possuem certeza de que a geração de dados ou arquivos pesados não devem aumentar muito rapidamente.

Servidores Dedicados Físicos

Estas opções estão disponíveis para aluguel: a empresa contratante aluga o aparelho e instala na própria sede. É preciso pagar um valor mensal, além dos custos de manutenção e instalação, mas como vantagem você e sua equipe possuem o total acesso ao servidor, de modo que podem executar diferentes aplicações sem problemas.

Servidores Colocated

Para estes tipos de servidores para empresas, o negócio contratante insere um servidor próprio na empresa de web hosting. Esta solução é válida para microempresas economizarem ao realizar operações complexas em redes que precisam de infraestruturas autônomas e caras, além de oferecer ganhos de escala (aumento de produção) por causa do robusto centro de processamentos de dados dos empreendimentos que oferecem este serviço.

Entretanto, para possuir um servidor deste tipo, alguém da sua equipe deve entender desta tecnologia, tendo em vista que a manutenção fica por conta da empresa contratante e se o sistema falhar você é responsável por ele.

Tipos de servidores para empresas pequenas: 10 serviços especializados

É possível realizar diversas operações nos computadores com gerenciamento dos servidores. Por outro lado, você sabia que um servidor pode ser configurado para melhorar o desempenho de certas atividades específicas na rede, gerando economia de custos no final das contas?

Estar atendo às necessidades do seu negócio é essencial para definir qual entre os tipos de servidores para empresas é o ideal.


Se o seu negócio tem costume de trabalhar sempre com uma atividade computacional específica, dá para contratar certo servidor especializado. Veja 10 exemplos:

1 – Servidores de e-mail: Transferem e armazenam as mensagens enviadas via internet ou em redes locais. Funcionam tanto para correio eletrônico corporativo como nos serviços abertos ao público geral, por exemplo, Gmail.

2 – Servidores de mídia (media servers): Servem para armazenar ou transmitir arquivos de audiovisual via streaming, sendo que o Youtube é um exemplo de empresa que usa este serviço.

3 – Servidores de banco de dados: Neste caso os equipamentos são configurados para melhorar o desempenho na transferência de informações da rede, transferindo dados de um modo constante, veloz e seguro.

4 – Servidores de arquivos: Compartilham e armazenam um amplo volume de informações entre usuários e (ou) equipamentos, representando uma solução que faz o trabalho ser rápido na troca de conteúdos médios ou pesados.

5 – Servidores de aplicação: São úteis para executar aplicativos corporativos pesados de modo simultâneo, em diferentes estações de clientes, sem prejudicar a qualidade do processamento dos computadores locais.

6 – Servidores de web: Disponibilizam na rede o conteúdo de diferentes computadores gerado em protocolo HTP (Hypertext Transfer Protocol) e nos navegadores da internet como Safari, Google Chrome e Internet Explorer.

7 – Servidores Proxy: Intermedeiam as requisições de clientes por informações presentes em outros servidores, o que possibilita ao administrador gerenciar o cache (acessos recentes gravados) e filtrar em detalhes cada solicitação de usuários, melhorando a segurança e os desempenhos do sistema.

8 – Servidores FTP: Trabalham para viabilizar upload e download em File Transfer Protocol (FTP), sendo que as transferências de informações exigem a inserção de senha e login, o que potencializa a segurança na comunicação entre computadores.

9 – Servidores Samba: Estas opções funcionam para máquinas Windows e centralizam todos os dados de acessos para determinadas pastas com arquivos importantes. Se um dos clientes usa computador Linux não há problemas, porque o servidor faz a máquina se comportar como se tivesse Windows no sistema operacional.

10 – Servidores de firewall: São escolhas que tornam a rede de computadores mais segura, ao contrário dos serviços básicos estas opções se destacam por serem robustas em segurança ao apresentar vantagens únicas na defesa de dados. Algumas destas vantagens são:

  1. Firewall (solução de segurança baseada em software ou hardware);

  2. Relatórios de segurança sobre a rede;

  3. Filtragem de conteúdo;

  4. Rede privada virtual para a transferência de dados rápida e segura;

  5. Antivírus;

  6. Prevenção de pessoas não autorizadas na rede.

Analise cada um dos tipos de servidores para empresas pequenas e escolha a melhor solução para o seu negócio. Não esqueça de ler outras informações do nosso blog para qualificar a tecnologia da sua microempresa.

Procura computador, notebook ou servidor para sua pequena empresa?

A Microexato tem computadores, servidores notebooks empresariais usados Dell, HP e IBM ideais para a micro e pequena empresa. Acesse nosso e-commerce destinado ao público corporativo, com milhares de opções em estoque: http://ecommerce.microexato.com.br

A Microexato é o maior fornecedor brasileiro de equipamentos usados de informática com Garantia de 1 ano para o segmento corporativo. Todos os produtos anunciados são rigorosamente testados e estão em pleno funcionamento. Estoques permanentes de 10.000 equipamentos com pronta entrega.

8 visualizações

Informações

Marcas

Artigos

2020 © Copyright | Todos Direitos reservados Microexato | CNPJ: 03.697.421/0001-01